Publicador de Conteúdos e Mídias

LN

Metodologia Lean: o que é e como usá-la na sua empresa

Carla Pina

Método de gestão foi inspirado em práticas e resultados da montadora Toyota

Você sabe o que é o método lean? Já ouviu falar sobre isso na sua empresa?  Trata-se de uma metodologia cujo principal objetivo é a capacidade de eliminar desperdícios continuamente e resolver problemas de maneira sistemática. O método lean busca produzir melhor, com redução de recursos e tempo, além de incorporar mais valor ao cliente. Isso é possível por meio de técnicas inovadoras, avaliação de tendências mercadológicas, e do monitoramento da concorrência. Baseado nisso, é possível implementar na empresa processos mais simples e eficientes, desde a produção até o transporte.

 

Esse pensamento ficou famoso após a Toyota, montadora automobilística japonesa, adotar essa estratégia para produzir sem desperdiçar. Por isso, ficou conhecida também como metodologia lean Toyota, ou “toyotismo”. A principal meta é aproveitar ao máximo os recursos já disponíveis e melhorar gradativamente os processos, buscando sempre alcançar resultados eficientes. É daí que vem a ideia de que a lucratividade não é a única medida a ser verificada para o sucesso de um negócio.

 

Na Brink’s a metodologia também é aplicada por meio do Discovery Process, consultoria utilizada para entender e melhorar o fluxo e processos do cliente. A partir dele, a empresa desenha um cenário e apresenta soluções de melhoria para ele.

 

Internamente, os resultados já podem ser vistos na Brink’s. Foi o que aconteceu no Núcelo de Valores (NUVAL) de uma filial da empresa, que deixou de processar BANCOS, que até então tinham uma produtividade de 12 milheiros por hora, e passou a ter uma maior participação de volumes do VAREJO, na qual a produtividade é, no máximo, de seis milheiros por hora.

 

Assim, foi desenvolvida uma 'linha sem parar multipontos', com o objetivo de conectar na mesma linha todos os tipos de produtos do mesmo cliente. Essa ação gerou uma maior flexibilidade do processo, identificação de gargalos, aumento da produtividade, utilização dos recursos com readequação das escalas, melhor gestão da liderança e, consequentemente, ganhos para a empresa.

 

Fontes
Lean Institute Brasil e TOTVS

Mais da nossa biblioteca de insights:

Brink’s apresenta na APAS SHOW soluções voltadas para o varejo

Acesse aqui para saber mais

Ler Mais

O modelo ‘Figital’ no sistema bancário

Acesse aqui para saber mais

Ler Mais

Como otimizar a produtividade na conciliação de recebíveis

Acesse aqui para saber mais

Ler Mais